Primeiro cadeirante estudante de medicina da UEA enaltece saúde de Parintins

"Está sendo muito gratificante. Estou encantado com Parintins. Na minha cidade falta muita coisa e vocês aqui estão muitos bem assistidos, de verdade. O funcionamento das UBSs, o sistema de saúde está muito bem implementado aqui", enalteceu.

Primeiro cadeirante estudante de medicina da UEA enaltece saúde de Parintins Foto: Márcio Costa Notícia do dia 01/11/2019

Herbert de Souza, primeiro estudante cadeirante do curso de medicina da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), é um verdadeiro exemplo de superação. A poucos meses para sua colação de grau, o jovem que participa do Estágio Rural em Saúde Coletiva da UEA está em Parintins junto com grupo de outros sete concludentes dos cursos de saúde.

 

Natural de Eirunepé, disse ter ficado impressionado com a qualidade e estrutura da saúde que o município oferece a população.

 

"Está sendo muito gratificante. Estou encantado com Parintins. Na minha cidade falta muita coisa e vocês aqui estão muitos bem assistidos, de verdade. O funcionamento das UBSs, o sistema de saúde está muito bem implementado aqui", enalteceu.

 

Herbert disse que suas dificuldades não foram empecilhos diante de seus objetivos. "Meu único objetivo foi fazer alguma coisa, não estar parado por conta da dificuldade. O que faz a possibilidade são as tentativas. Não costumo pensar nas dificuldades e sim nas soluções, e fazer uma coisa de cada vez, e sabendo que existe um Deus que cuida de tudo", afirmou.

 

O secretário de Saúde, Clerton Rodrigues, disse que o reconhecimento engrandece o município após tantos investimentos da administração do prefeito Bi Garcia e Tony Medeiros que também proporcionam ambientes mais acessíveis. "Hoje, sem dúvida, Parintins tem a melhor saúde do interior do Amazonas e isso tudo se dá pelo trabalho sério feito pela gestão. Sabemos que ainda há muito a ser feito e por isso estamos junto com o prefeito e vice buscando a regionalização da saúde que injetará mais recursos para compra de equipamentos e contratação de profissionais qualificados", destacou o secretário.

 

UEA

 

A professora Márcia Costa, coordenadora da disciplina Estágio Rural em Saúde Coletiva, reiterou que Parintins recebe o estudante justamente por conta desta situação diferenciada. "Queriam que ele ficasse em Iranduba, eu disse que não havia estrutura e que Parintins recebe e tem estrutura para aprendizagem e acessibilidade. Agradeço também ao município, à Prefeitura e Secretaria de Saúde pela recepção e competência", pontuou a professora.

 

Márcia lembrou que a estada de Herbert como estudante de medicina motivou mudanças importantes estruturais em termos de acessibilidade na UEA e no hospital Adriano Jorge. "Ele será um ótimo médico. Todas as atividades que foram cobradas, ele sempre executou todas, respeitando suas dificuldades. Vai ser um ganho para o Estado muito grande", completou.