• Acessibilidade
  • A-
  • A
  • A+

Agricultores comemoram primeiros resultados da mecanização agrícola na Boa Esperança

De acordo com o secretário de Produção, Edy Albuquerque, o prefeito Bi Garcia tem compromisso em melhorar a qualidade de vida dos produtores.

Notícia do dia 17/11/2020
Agricultores comemoram primeiros resultados da mecanização agrícola na Boa Esperança Foto: Peta Cid

A mecanização agrícola já começa a mostrar os primeiros resultados para os agricultores da comunidade Boa Esperança, Zé Açú. A colheita de mandioca melancia, banana, milho e feijão promete ser dobrada, gerando mais renda para os produtores rurais.

 

Um dia após o resultado da eleição que reconduziu o prefeito Bi Garcia a mais quatro de anos de mandato, os técnicos agrícolas já estavam em campo para dar prosseguimento às ações do setor primário.

 

O agricultor Zenildo da Silva Santos gradeceu a Prefeitura pela parceria, por investir e valorizar o homem do campo.

 

“Ontem terminou a eleição e hoje vocês já estão aqui com a gente. Ninguém acreditava. Então é isso que a gente precisa, de pessoas como o prefeito Bi Garcia e seus secretários para apoiar o homem do campo”, agradeceu Zenildo.

 

O secretário de Pecuária, Agricultura e Abastecimento, Edy Albuquerque esteve na localidade anunciando a retomada das atividades de mecanização, compostagem orgânica e assistência técnica em várias frentes de trabalho.

 

“Esta foi a primeira área mecanizada e já temos os primeiros resultados. Vamos transformar em unidade demonstrativa no sistema agroflorestal com culturas de curto ciclo, a mandioca que é o carro chefe, hortaliças, frutíferas e espécies florestais”, informou.

 

Albuquerque exaltou o compromisso do prefeito Bi Garcia de melhorar a vida dos produtores.  “O prefeito Bi tem essa visão de cuidar bem das pessoas e a mecanização agrícola é um passo importante para o desenvolvimento sustentável que muda a vida do produtor”, salienta.

 

A patrulha mecanizada atuando em várias atividades rurais proporciona um aumento expressivo da produtividade, da eficiência e da qualidade das atividades agropecuárias, até então, realizadas manualmente.