• Acessibilidade
  • A-
  • A
  • A+

Prefeitura de Parintins firma adesão ao Programa Cidade Empreendedora do Sebrae

O projeto visa o fortalecimento da economia local.

Notícia do dia 20/08/2021
Prefeitura de Parintins firma adesão ao Programa Cidade Empreendedora do Sebrae

A Prefeitura de Parintins e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) firmaram adesão ao Programa Cidade Empreendedora que oferece soluções para a gestão, benefícios a micro e pequenas empresas e oportunidades para a abertura de novos negócios. 

 

O programa é padrão do Sebrae, flexível à necessidade de cada prefeitura e o prefeito Bi Garcia e e sua equipe técnica perceberam a importância da iniciativa para o desenvolvimento econômico do município. Serão realizadas capacitações, treinamentos, oficinas, palestras, cursos e outras atividades. 

 

Em reunião realizada em Manaus, a assessoria da presidência do Sebrae Regina Loureiro, o coordenador gestão de projetos Jorge Hayden e o secretário de Administração do Município, Edy Albuquerque, definiram as primeiras ações para a próxima segunda-feira (23) com o curso de formação que vai tratar da integração do município à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios –REDESIM, inserida no eixo da 
desburocratização. 

 

Participam profissionais das secretarias de Terras e Cadastros, Finanças, Pecuária, Agricultura e Abastecimento, Meio Ambiente, Vigilância Sanitária, Obras e Câmara dos Dirigentes Lojistas. Um técnico da Junta Comercial-Jucea  estará presente para alinhar informações sobre tecnologia da informação. 

 

“A parceria com o Sebrae vem somar, contribuindo para que seja possível a inovação que a gestão do prefeito Bi Garcia quer implantar”, explicou o secretário Edy Albuquerque. 

 

O programa Parintins Cidade Empreendedora vai incentivar o crescimento profissional por meio 
de oportunidade e acesso ao conhecimento, fortalecer o empreendedorismo e a geração de renda e emprego no município. 

 

As atividades fortalecerão ainda o empreendedorismo ribeirinho, associativismo e cooperativismo, agricultura familiar, produção e a oferta de alimentos saudáveis. As ações permitem políticas integradas para desenvolver os pequenos negócios de empreendedores da agricultura familiar e serão levadas à zona rural do Mocambo, Caburi, Vila Amazônia, Valéria, Bom Socorro do Zé Açu e Santo Antônio do Tracajá.