• Acessibilidade
  • A-
  • A
  • A+

Prefeitura de Parintins lança projeto inovador de prevenção a cegueira diabética

A ação visa prevenir a retinopatia diabética, que pode causa cegueira total.

Notícia do dia 08/08/2022
Prefeitura de Parintins lança projeto inovador de prevenção a cegueira diabética Foto: Márcio Costa

A Prefeitura de Parintins, por meio da Secretaria de Saúde em parceria com a Cohen Oftalmologia, lançou na manhã desta segunda-feira (08), no auditório do Centro do Idoso Pastor Lessa, o Programa de Prevenção e Identificação da Retinopatia Diabética. A retinopatia diabética (RD) é uma complicação microvascular comum e específica do diabetes mellitus. Está bastante associada a outras complicações do diabetes e sua gravidade está ligada a um maior risco de desenvolvimento de complicações micro e macrovasculares. A doença pode levar à cegueira irreversível. 

No lançamento do projeto esteve o presidente da Câmara Municipal de Parintins, Mateus Assayag, secretário Clerton Rodrigues, médico oftalmologista Marcos Cohen e a gerente do Programa de Hipertensão e Diabetes, Darlane Valério. 

O secretário de Saúde, Clerton Rodrigues, ressaltou mais um programa inovador da gestão do prefeito Bi Garcia no interior do Amazonas. Ele lembrou que serão 200 pacientes inicialmente atendidos. "Prevenir a cegueira diabética é algo fundamental para o paciente, para que ele tenha qualidade de vida. Por isso estamos aqui para cuidar bem das pessoas", disse. 

O oftalmologista Marcos Cohen ressaltou que é feito um exame de fundo de olho no paciente para avaliação da retina, onde acontecem lesões que podem ser irreversíveis. "Essas pessoas já estão cadastradas no município, fazendo um acompanhamento da diabetes e da hipertensão. Então fica muito mais fácil triar esses pacientes e detectar mais precocemente essas doenças", pontuou Marcos. 

A enfermeira Darlene Valério lembrou que o projeto começou a ser formulado em 2018 e que agora consegue entrar em prática para melhorar a qualidade de vida das pessoas e evitar cegueira. "Esse trabalho nasceu da preocupação da gestão do prefeito Bi Garcia com esse público que tem diabetes, que se torna muito vulnerável a uma série de doenças", concluiu.